Aurea Mediocritas @ 10:23

Ter, 25/08/09

 

 

Nas masmorras do Largo do Rato, definha uma prisioneira política, vítima dos desmandos da elite plutocrata que sustenta e alimenta este regime podre e corrupto.

 

Obrigada a tirar grainhas às uvas e os caroços às cerejas de Sol a Sol (não que ela o saiba porque no escuro tugúrio para onde está esquecida há tantos anos, não entra a luz do dia), esta Mulher Sem Nome (chamemos-lhe assim), fenece sob a desumanizante tortura de servir perversas sobremesas àquela que se ri do seu sofrimento e se alimenta das suas lágrimas.

 

Esta Mulher Sem Nome, que é todos nós que vivemos amordaçados, é símbolo de um país que sofre os desmandos de um aristocracia podre e sibarítica. Por tudo isto,

por ela,

por todos nós,

para que os nossos filhos cresçam livres,

 

 

 

Libertem a Empregada da Carolina Patrocínio!

 

(obrigado Marta Faustino por nos teres mostrado este drama humano)

 




FuckItAll @ 13:41

Ter, 25/08/09

 

a tua consciência social é comovente. A tua e a de tantos outros que por aí andam, abençoada Pátria que tais filhos tem!


Aurea Mediocritas @ 14:44

Ter, 25/08/09

 

Obrigado, mas faço (e sinto) apenas aquilo que qualquer ser humano solidário sente perante a injustiça...


FuckItAll @ 15:12

Ter, 25/08/09

 

não, não, tu não és "um qualquer ser humano solidário". Afianço-te.


Aurea Mediocritas @ 16:09

Ter, 25/08/09

 

A minha enorme bondade não me faz sentir especial...


FuckItAll @ 17:03

Ter, 25/08/09

 

mas és!, tu és muito especial.


FuckItAll @ 17:22

Ter, 25/08/09

 

a propos, no womenage há alguém a opinar sobre os teus dichotes acerca de pessoas especiais. E tem razão.


drmaybe @ 18:57

Ter, 25/08/09

 

o que tu não reparaste é que a cintura, tão bem representada na foto que postas, da Carolina Patrocínio existe na sua forma à custa do descaruçar da Mulher Sem Nome. Tu não irias nunca ter a oportunidade de ver a cintura assim da CP se não fosse o encareceramento da MSN. Pdemos então deduzir que a prisão de uma democratiza a outra, são os paradoxos da democracia.


Aurea Mediocritas @ 20:37

Ter, 25/08/09

 

Ó Doutor, é claro que isto é tudo uma grande brincadeira!
Como pessoa de Direita que sou, sonho com um amanhã onde inumeras empregadas descaroçoarão fruta para um número reduzido e escolhido de pessoas.
Espero que a frescura do meu idealismo vos contagie a sairem do marasmo conformista onde moram.

jota @ 11:11

Qui, 27/08/09

 

Deixem a miúda em paz...Carolina se quiseres eu não me importo de substituir a tua empregada para te descascar a fruta.


joão costa @ 12:53

Qui, 27/08/09

 

Pois bem meus amigos. Esta estória de caroços pode parecer, analisada ao de leve, mais um divertimento de Verão. Mas não é. Desçamos então ao fundo do poço. A culpa de tudo isto é de muitos de nós, pois criamos e valorizamos estas banalidades que apenas debitam "ideias" de uma futilidade confrangedora. A seguir vem o sistema em que vivemos, recheado de politicos alicerçados num marketing de feira, para nos venderem, caro, o seu produto - o nosso voto! E é aí que entram estes figurantes (as carolinas, as cinhas, e outras quejandas), autenticas embalagens recicladas que apenas embrulham um hipotético sucesso. É como quem vende copos chineses envolvidos por caixas com um aspecto de encher o olho. E é assim que surgem, erguidas num pedestral de terra pantanosa, estas figurinhas que nada têm a dizer a uma juventude que deveria merecer respeito. Assim se fabrica um mandatário. Manda... quê? Ora vejam se alguem foi buscar um jovem de sucesso - que os há - anónimo ou não, um cientista, um agricultor com méritos reconhecidos, um empresário? Calcorreiem o País, de Faro a Bragança, nas aldeias ou nas cidades, saiam das passereles onde desfilam personagens de plástico, e encontrá-los-ão.

erecções em linha
comentários recentes
Este é o muno ue nos criaram! Há que aceitar! Meus...
E diz um pequeno pedaço de electoral goss que numa...
Não é que eu saiba sueco,mas fonte segura disse-me...
Aposto que tive influência nesse resultado extraor...
Estive para por essa musica, mas gosto muito mais ...
Eu serei Lucy no céu com diamantes. Seremos todos.
Sou um poço de poesia.
Chego a emocionar-me quando falas.
Há quem diga que a realidade é a alucinação consen...
O que isto quer significar é que tu podes sair de ...

todas as tags