Filinto @ 12:22

Sab, 01/08/09

Primeiro vieram as palavras de alguns, tão violentas que até parecem aqueles moços do G20 (eles não parecem os moços do G20, ninguém está a dizer isso – os outros são assim sujitos, porquitos – mas a violência das suas palavras é que assusta assim um bocadito…) É como se partissem os cristais dos bancos. Então, depositar 200 euros por cada futura mão-de-obra nascida e colocando nos bancos cerca de 20 milhões de euros por ano é uma medida de apoio aos bancos? Não é, é uma medida de apoio à natalidade e à produtividade, que Portugal bem precisa. Não bastassem esses pogroms verbais, depois veio a senhora ameaçar que ia tributar fortemente os iates. Então, os barquitos fazem mal a alguém (ainda se houvesse um apoio europeu para o seu abate e compra de helis)? Estou aqui e estou a ver a senhora a fazer pichagens com o "€" nas nossas marinas, nos nossos condomínios fechados, aqui e na Quinta da Marinha. Felizmente, e ao contrário do que aconteceu naquela história atribuída a Martin Niemoller e a Brecht, haverá alguém a protestar. Protestaram eles, numa canção de resistência. Protestou ele, porque é preciso chamar os bois pelos nomes. E protesto eu, que a porcaria da posta soava muito melhor ontem, quando a imaginei.




Aurea Mediocritas @ 14:08

Sab, 01/08/09

 

É o Senhor a castigar-te por pores em questão os direitos dos teus superiores.


FuckItAll @ 16:09

Sab, 01/08/09

 

O artigo é notável de imbecil, bolas. Do princípio ao fim.


FuckItAll @ 16:15

Sab, 01/08/09

 

,,,Aurea, devia comover-te, este post a defender a gente de bem...


drmaybe @ 17:52

Sab, 01/08/09

 

Há uma coisa que eu não percebo: se os ricos são bons porque com as suas festas dão trabalho a muita gente, porque é que eles não podem dar festas nos iates?


Aurea Mediocritas @ 17:53

Sab, 01/08/09

 

E fazem. Sabe-se pouco dessas benfeitorias por causa das invejas.


capitão haddock @ 18:25

Sab, 01/08/09

 


acho que é preciso proteger os ricos e acabar com os pobres.


Aurea Mediocritas @ 19:00

Sab, 01/08/09

 

Acho que essa é uma posição de enorme irresponsabilidade.
Os pobres são muito importantes e têm muitas funções importantes.
São o plâncton de uma sociedade bem organizada.


Filinto @ 22:59

Sab, 01/08/09

 

Os ricos e as suas necessidades básicas dão emprego a muita gente. Aliás, por isso é que os ricos empresários pagam tão pouco, porque assim conseguem empregar mais gente.

erecções em linha
comentários recentes
Este é o muno ue nos criaram! Há que aceitar! Meus...
E diz um pequeno pedaço de electoral goss que numa...
Não é que eu saiba sueco,mas fonte segura disse-me...
Aposto que tive influência nesse resultado extraor...
Estive para por essa musica, mas gosto muito mais ...
Eu serei Lucy no céu com diamantes. Seremos todos.
Sou um poço de poesia.
Chego a emocionar-me quando falas.
Há quem diga que a realidade é a alucinação consen...
O que isto quer significar é que tu podes sair de ...

todas as tags