Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Erecções 2009

Erecções 2009

29
Ago09

Comunicado do GOE Erecto

Sr. Rocha da Internet

 O Grupo de Operações Especiais "Erecto" tentou hoje, pela madrugada, substituir este Presidente da República por uma réplica em cera feita por um tio meu que sempre teve muito jeito para a escultura*. Este GOE pretendia restaurar a sanidade na Presidência mas tal não foi possível a partir do momento em que foram avistadas, dentro do Palácio de Belém, umas lanterninhas e umas silhuetas que faziam em tudo lembrar Pedro Silva Pereira e Augusto Santos Silva. Vá se lá saber!

No entanto, este grupo não descansará enquanto não vir um boneco de cera à frente da Presidência.

 

*teve de ser por ajuste directo já que havia muita urgência na execução do plano.

28
Ago09

Comunicado do Movimento Erecções 2009

Erecções 2009

O Movimento Erecções 2009 (é assim que exigimos ser tratados) vem por este meio - o único idóneo ao seu dispor - reprovar veementemente a reportagem do jornal Correio da Manhã sobre a causa "Libertem a empregada de Carolina Patrocínio".

 

As razões do descontentamento deste movimento são várias e de natureza diversa, pelo que nos parece elementar manifestarmos tal discórdia para que não restem dúvidas sobre o âmbito tanto do movimento como da causa em si.

 

Em primeiro lugar, gostaríamos de lembrar que o nome do movimento nunca foi referido na dita reportagem. Ora, esta situação é perfeitamente lamentável visto que o 31 da Armada teve direito a mais folhas e tinta do que o programa do PSD, o que consubstancia uma verdadeira discriminação no tratamento dado aos blogs. Bem sabemos que aqui não há ninguém com mais de três nomes e nomes estrangeiros, mas as nossas mães também têm direito a ficar orgulhosas com o nosso sucesso. No fundo é disto que se trata - sucesso e mães - e queremos ver o nosso mediatizado como o dos outros.

 

Em segundo lugar, estamos revoltados com o facto de a reportagem caracterizar como satírico todo o universo deste movimento, apesar de nos comentários feitos no espaço da causa ser bem visível que há pessoas bastante preocupadas com esta situação. É revoltante.

 

Por último, para não nos alongarmos mais porque estamos a fazer isto às 22h e há gente que tem de se ir deitar (outros há que querem ver o 30 Rock), queremos também repugnar a forma como uma causa que servia um propósito puro e justo se tornou no tabuleiro de cocaína para servir aos mais incautos o ódio camuflado da imprensa fascista por Carolina Patrocínio.

 

Deste modo, e por ter sido subvertida a natureza de uma causa que tinha como objectivo defender a libertação da classe operária do jugo opressor dos seus mais mediáticos representantes, subversão essa protagonizada por uma imprensa que compactua com interesses fascistas e burgueses, queremos deixar bem claro que não nos demoverão de tentar libertar a empregada de Carolina por outros meios que estejam ao nosso alcance.

 

É, portanto, essencial que se compreenda que não vamos desistir desta missão que é, acima de tudo, uma grande prova de cidadania.

 

Porém, e depois de consultarmos vários especialistas na matéria, sabemos agora que a pobre mulher, com o trauma, sofre do Síndrome de Estocolmo e achamos que o melhor face aos factos aqui apresentados é desistir da causa e apagá-la da plataforma que lhe serviu de base até agora - o facebook. Esta é uma decisão irreversível e que tomamos contrariados mas convictos de que é o melhor para todos.

27
Ago09

Há quem não ande a dormir

Sr. Rocha da Internet

"Pois bem meus amigos. Esta estória de caroços pode parecer, analisada ao de leve, mais um divertimento de Verão. Mas não é. Desçamos então ao fundo do poço. A culpa de tudo isto é de muitos de nós, pois criamos e valorizamos estas banalidades que apenas debitam "ideias" de uma futilidade confrangedora. A seguir vem o sistema em que vivemos, recheado de politicos alicerçados num marketing de feira, para nos venderem, caro, o seu produto - o nosso voto! E é aí que entram estes figurantes (as carolinas, as cinhas, e outras quejandas), autenticas embalagens recicladas que apenas embrulham um hipotético sucesso. É como quem vende copos chineses envolvidos por caixas com um aspecto de encher o olho. E é assim que surgem, erguidas num pedestral de terra pantanosa, estas figurinhas que nada têm a dizer a uma juventude que deveria merecer respeito. Assim se fabrica um mandatário. Manda... quê? Ora vejam se alguem foi buscar um jovem de sucesso - que os há - anónimo ou não, um cientista, um agricultor com méritos reconhecidos, um empresário? Calcorreiem o País, de Faro a Bragança, nas aldeias ou nas cidades, saiam das passereles onde desfilam personagens de plástico, e encontrá-los-ão."

 

O comentador João Costa, aqui. Obrigado pelo seu contributo inolvidável para a política portuguesa, João.

27
Ago09

Cereja (sem caroço, em cima do bolo)

Filinto

O programa eleitoral do PSD chegou aos jornais primeiro do que aos "portugueses" (lá se vai um dos mandamentos, mas prontES, a política faz-se destas coisas). Não sei, nem me interessa verdadeiramente, se as notícias foram negociadas para serem publicadas hoje ou se foram apenas entregues ontem aos jornalistas, nem se os jornalistas escreveram com base no programa completo (creio que não) ou apenas em dicas dadas pelo gabinete de imprensa do PSD. Para nos aproximarmos da Verdade, pensemos nessas mesmas dicas: o Correio da Manhã tem acesso a questões da Segurança, o Diário Económico à diminuição do peso do Estado (uma revelação em Manuela Ferreira Leite), o Público ao funcionamento da Justiça e o i as Obras Públicas; o DN, o JN e o Negócios não levaram nada, se bem me apercebi.

 

Para o PSD ficar verdadeiramente situacionista, só lhe faltava criticar a imprensa na apresentação do programa de logo ao final da tarde. Isso seria a cereja em cima do bolo.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D