Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Erecções 2009

Erecções 2009

21
Ago09

Grandes exportações

Sr. Rocha da Internet

 Parece que o Chávez está bastante satisfeito com o magalhanés que o seu amigo José Sócrates - o progressista - lhe arranjou para sofisticar todas aquelas jovens mentes da Venezuela. Provavelmente este será até o caminho para o pan-americanismo previsto lá pelo outro caralho de quem o Hugo é devoto.

De facto, não é a primeira vez que exportamos um produto nacional para a América Latina e com excelentes resultados. O sucesso é, obviamente, o mais importante e sabemos que o nosso timoneiro vai ficar na História. Como não haveria ele de estar satisfeito consigo mesmo?

 

 

21
Ago09

A entrevista

Filinto

Queria escrever sobre "a entrevista", mas para isso tinha de ver a entrevista. Vi a entrevista, mas só se me pagassem escreveria sobre a entrevista. Em vez disso, coloco este vídeo dos Monty Python e relembro parte do relato: "Hegel is arguing that the reality is merely an a priori adjunct of non-naturalistic ethics, Kant via the categorical imperative is holding that ontologically it exists only in the imagination, and Marx is claiming it was offside".

20
Ago09

Sinais do Fim dos Tempos...

Aurea Mediocritas
19
Ago09

tomemos o Brasil como exemplo de sucesso

drmaybe

Mais propostas interessantes nesta pré-campanha. A seriedade tomou finalmente lugar (foi convidada, digamos) e o PPM-Açores lança o debate: queremos continuar a ser um país piqueno ou o grande país para que estamos predestinados? Regionalização soa assim um pouco como o Portugal dos pequeninos ou o Jornal Regiões, por isso o PPM, o partido que existe porque a República não se importa (embora as Monarquias se melindrem com partidos republicanos), lança a brilhante idea de federar Portugal! Cada distrito uma assembleia e um PM, em cada bairro um responsável. A mim importa-me particularmente porque depreendo que os condomínios passem a ter um estatuto semelhante ao das Juntas de Freguesia e encontro-me bem posicionado para exercer o poder no meu.

19
Ago09

um dia este gajo vai escrever aqui

Sr. Rocha da Internet

"Remetido a um silêncio voluntário por motivos de força maior, vejo-me subitamente instado a quebrar a hibernação bloguística para um breve apontamento, subornado por promessas de fama e glória, tachos, isenções fiscais, arranjinhos e um 58º lugar nas listas do PS para o distrito das Berlengas. Não resisti. Façam portanto o favor de ler as linhas que se seguem. Não liguem muito, digam só que sim. Depois poderão retomar os interessantes debates sobre filhos da puta, escutas, acessores de Belém e gente que se senta à mesa sem ser convidada. Um bocado como aquelas figuras ilustres que aparecem nos programas de Verão para falar durante 20 segundos sobre um tema qualquer, entre uma piadola do João Baião e uma actuação do Toy, e sobre o qual o público pensa "ok, já percebemos, calem lá o gajo e deixem mas é ver as bailarinas a abanar a tranca"."

 

Paulo Pinto, naquela merda

19
Ago09

A PIDE metia nojo!

Aurea Mediocritas

 

 

Agora que finalmente, e corajosamente, se denuncia alguns dos mais horriveis actos da PIDE como por exemplo sentarem -se insidiosamente em mesas onde não foram convidados, queremos trazer à luz outros comportamentos da mesma, que a história quis calar mas que a memória viva dos combatentes anti-fascistas não deixaram silenciar:

 

  • A 14 de Janeiro de 1956, elementos da PIDE infiltrados num almoço de baptizado da familia Soares, puseram os cotovelos em cima da mesa, causando grande consternação entre os presentes e lançando um rude golpe na causa democrática.

 

  • A 23 de Outubro de 1943, a PIDE rasgou papeis sem pedir licença numa reunião secreta da célula do PC de Grândola, causando a sua imediata dissolução por parte de Alvaro Cunhal, que foi ouvido dizer "não é com este tipo de gente que quero fazer a revolução".

 

  • A 30 de Agosto de 1971, um elemento feminino da policia secreta infiltrou-se num cocktail ao fim da tarde envergando um vestido de noite, fazendo com que Mª de Lurdes Pintasilgo, Mª Teresa Horta e Natália Correia fugissem guinchando para as saídas, enquanto Manuel Alegre declamava estentóriamente "A Ultima Página" de forma a abafar a confusão.

 

  • A 13 de Fevereiro de 1928 no Baleizão, a utilização de um copo de vinho branco para beber tinto, de tal forma transtornou Catarina Eufémia que esta saiu de sua casa destruindo tudo o que via, tendo que ser abatida por um GNR de forma a proteger a comunidade de mais estragos.

 

  • A 19 de Março de 1967, foi enviada uma carta escrita a tinta vermelha a Francisco de Sá Carneiro, que apesar de não ser de esquerda ficou incomodado com o sucedido.

 São estas e outras histórias que não pudemos deixar cair no esquecimento.

19
Ago09

Entretanto, no país real

Filinto

A campanha no Marco de Canaveses (ou Canavezes) está a aquecer. Quem sabe se ditada por um guru de Lisboa, a campanha do PSD começou com um vídeo no Youtube. Este

Nele, o presidente da autarquia defende, de braços abertos (ou coiso), que o Marco de Canaveses é um melhor lugar para viver. E morrer, pois entre as obras destaca-se a "ampliação de vários cemitérios e de várias casas mortuárias".

 

Do outro lado aparece Avelino.

Como vemos na imagem (sacada aqui),  ele está preparado para falar com o ministro, ou com a Júlia Pinheiro, preparado para ir bater num árbitro em jogo do Marco e preparado para ir fazer obras lá em casa, convidando ou não uns amigos que por acaso trabalham na câmara. Avelino, que teve uma copiosa derrota em Amarante há quatro anos, regressa em força. Já em Dezembro andava lá pela terra o hino: "Vamos todos, todos, todos/ e todos em união/apoiar Ferreira Torres/ e por ele dar as mãos.// Vamos lá, todos, amigos/ o momento é importante/ queremos toda a gente/ como o Marco, confiante." É lindo! (ouvir aqui)

 

O PS... bem o PS local ainda não conseguiu ultrapassar a fase Europeias.

 

19
Ago09

Wild life (blog review)

FuckItAll

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D