Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Erecções 2009

Erecções 2009

21
Ago09

A entrevista

Filinto

Queria escrever sobre "a entrevista", mas para isso tinha de ver a entrevista. Vi a entrevista, mas só se me pagassem escreveria sobre a entrevista. Em vez disso, coloco este vídeo dos Monty Python e relembro parte do relato: "Hegel is arguing that the reality is merely an a priori adjunct of non-naturalistic ethics, Kant via the categorical imperative is holding that ontologically it exists only in the imagination, and Marx is claiming it was offside".

05
Ago09

Análise

Filinto

Tal como se adivinhava, e muitos analistas já o tinham escrito, Pedro Passos Coelho não faz parte da lista de deputados do PSD. Naturalmente, o ex-candidato a líder do partido considerou que a fórmula escolhida pela Comissão Política desse mesmo, literalmente, partido era “um bocadinho sectária”, como quem diz que “esteve a um Danoninho” de ser totalmente sectária. Mais um esforço… (péra aí, o “mais um esforço” era do Estrelitas, não era do Danoninho)

 

Não quero fazer futurologia, mas o que disse mais de metade da Comissão Política do PSD foi: “se queres ser líder do partido, tens de amargar na oposição durante uns anos, sem lugar no parlamento, como aconteceu com os anteriores líderes”. E por isso PPC introduziu o conceito “bocadinho” na designação “sectária” – porque sabe que, em Novembro, haverá novas eleições e ele vai ganhar, amargando como Ferreira Leite e Marcelo fora do Parlamento enquanto líder da oposição.

 

Quem não acompanha o Partido Social Democrata pode acreditar também que a inclusão nas listas de António Preto e Helena Lopes da Costa, arguidos, suspeitos de ajudar o partido, não faz sentido. Desenganem-se, faz todo o sentido, “é o chamado efeito Santana”, disse-me uma fonte que não posso revelar.

 
 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D